"SOU UM LABIRINTO EM BUSCA DE SAÍDA." (Vinícius de Moraes)







quarta-feira, 30 de junho de 2010

O MELHOR DE IVANILDO


Ivanildo, popularmente conhecido como Ivanildo Sax de Ouro, nasceu em Amaraji – PE. Começou a estudar música aos 12 anos, na Escola de Música do Colégio Salesiano, onde a paixão pelo saxofone, deixando de lado o propósito dos pais, queriam vê-lo advogado. Com trabalho e talendo, garantiu o respeito e a admiração do grande público, o que lhe garantiu ó reconhecimento de ser o melhor saxofonista do Nordeste, e um dos melhores do Brasil. Clique nos títulos das músicas e passeie pelo maravilhoso som do sax de Ivanildo:
Adios/Frenesi / Amapola/Ojos Verdes/Maria Lá Ô / A Noite do meu bem/Ronda / As Pastorinhas/Ta hi / As Rosas não falam/Matriz ou Filial / Beguin the Beguine / Besame Mucho / Bodas de prata / Brigas/Que queres tu de mim / Carinhoso/Smoke Gets in Your Eyes / Carioca - cosita linda / C'est Ci Bon/Quiereme Mucho / Cocktail_for_Two/Summertime / Crazy / Crioula / Ela disse-me assim / Este_é_o_Barbosa / Eu sei que vou te amar / Fascinação / Frases de Amor / Gavião Calçudo / I can't stop loving you / I just called to say / I'm getting sentimental over you / Karina / La Barca/La Mer / La Vie en Rose/Sempre no meu Coração / Let me tray again / Limelight / Linda Flor/Maria Bonita / Love_Is_A_Many_Splendored_Thing / Love is All / Love Letters/Could have danced all night / Maguari / Maria_Bonita / Marina/Laura / Melancholy Rapsody / Mi Oracion/Linda Flor / Misty / Moliendo café/Caravan / Monalisa/My love for you / Noites de Moscou / O Mundo e o Moinho/Folhas Mortas / O Rebolado_da_Sinhá / O sole mio / Torna surriento / Over the Rainbow/Love is a Many Splendored Thing / Perfídia / Petite_Fleur / Please / Que nem Jiló/Eu só quero um / Quizas/Perfidia/El Reloj / Ranchinho de Paia / Recuerdos de Ypacaray/Índia / Red Roses for a Blue Lady / Relembrando_Timbauba / Renúncia/Dos meus braços não sairás / Roberto Carlos - Diversos / Rosa/Nada Além / Sábado/Chuvas de Verão / Samantha / Samba da minha terra/Falsa Baiana / Saxofone_porque_choras /Siboney / Sleepy Lagoon/Maria Elena / Smoke Gets in Your Eyes / Sonhar Contigo/Sonhei com Você / Stardust / Stormy_Weather / Strangers in the Night/Tenderly / Tardes de Lindóia/Danúbio Azul/Sobre as Ondas/Viúva Alegre/In the Mood / Te quiero Dijiste/Sertaneja / Tequila / Till_There_Was_You / Tres Palabras/Dos Almas / Ultima Inspiração/Rosa de Maio / What a wond / Xodó/Asa Branca

ABBA: IMAGEM & SOM


Acesse os links abaixo e assista aos vídeos de alguns dos principais sucessos do ABBA:
.

terça-feira, 29 de junho de 2010

O MELHOR DE CARLA BRUNI


Carla Bruni Nasceu em Turim, na Itália, no dia 23/12/1967. Oriunda de uma família ligada à CEAT (fábrica italiana de pneus) e à ENI (petrolífera italiana, outrora estatal), Bruni foi com os pais e os irmãos para um exílio na França em 1975, fugindo das Brigadas Vermelhas, organização terrorista de cunho marxista que recorreu a sequestros e assassinatos naquele período da história italiana. Cresceu em Paris, tendo cursado parte de seu período escolar na Suíça e, de volta à França, estudado em Universidade de Sorbone. Depois de uma carreira bem sucedida como modelo entre 1987 e 1998, trocou as passarelas pela música, tendo lançado três discos, com os quais conseguiu mais sucesso de critica do que de público. Em Dezembro de 2007 surgiram rumores na imprensa francesa afirmando que Carla Bruni, após uma série de relacionamentos mal sucedidos, estaria namorando o presidente Nicolas Sarkozy. Os boatos foram se avolumando até que, em janeiro de 2008, informou-se oficialmente que ambos se casariam em breve e que Carla Bruni interromperia a carreira artística para ser a primeira-dama da França. Clique nos títulos das músicas e confira o talento e a sensualidade de Carla Bruni:

ELIS REGINA: IMAGEM & SOM


Acesse os links abaixo e assista aos vídeos de alguns eternos sucessos de Elis Regina:

Águas de Março (com Tom Jobim) -> http://www.almacarioca.com.br/arte260.htm
Céu e Mar (com Tom Jobim) -> http://www.almacarioca.com.br/arte317.htm
Iracema, Um Samba no Bexiga e Saudosa Maloca (com Adoniram Barbosa) -> http://www.almacarioca.com.br/arte059.htm
Na Batucada da Vida (com Tom Jobim) -> http://www.almacarioca.com.br/arte449.htm
O Bêbado e a Equilibrista -> http://www.almacarioca.com.br/arte141.htm

AQUARIUS (THE 5TH DIMENSION)


Acesse o link abaixo e aprecie um clipe da música "Aquarius/Let the Sunshine In", interpretado pelo grupo "The 5th Dimension", em gravação realizada no ano de 1969:

video

segunda-feira, 28 de junho de 2010

O MELHOR DE LUPICÍNIO RODRIGUES


Lupicínio Rodrigues nasceu em Porto Alegre, no Rio Grande do Sul, no dia 16/09/1914. Aos catorze anos, ele compôs sua primeira música, "Carnaval", para um cordão chamado Prediletos. Precocemente, já freqüentava as rodas boêmias dos lupanares de Porto Alegre, fazendo com que seu pai, para afastá-lo dos vícios, o abrigasse a se alistar no Exército, aos 15 anos, como “voluntário”. Em 1933, ele foi transferido para a cidade de Santa Maria, no interior do estado, onde, embora sem deixar a boemia, acabou sendo promovido a cabo. Deixou o Exército em e voltou para Porto Alegre, indo trabalhar como bedel na Faculdade de Direito, ao mesmo tempo em que continuava compondo suas canções. A consagração veio em 1938, com "Se acaso você chegasse", que fez estrondoso sucesso na voz de Ciro Monteiro. A partir daí as composições de Lupicínio passaram a ser alvo da cobiça de renomados cantores de então, possibilitando que, mesmo sem deixar Porto Alegre, Lupicínio conseguisse fazer com que suas músicas fossem seguidamente gravadas pelos melhores interpretes que um compositor poderia desejar. Respeitado por sai arte, Lupicínio, criador da expressão "dor-de-cotovelo", que passou a designar um estilo de canção que trata das desventuras amorosas, tratava de temas banais sem banalidades, conforme afirmou o poeta Augusto de Campos, em um texto que fez sobre ele. Clique nos títulos das músicas e sinta a emoção contida nas composições de Lupicínio Rodrigues:
Aquele Molambo / Brasa / Cadeira Vazia (Jamelão) / Castigo / Conto das Lágrimas (Orlando Silva) / Dona do Bar / Ela Disse-Me Assim (Jamelão) / Esses Moços / Falam Demais (Carlos Galhardo) / Feiticeira (Orlando Silva) / Foi Assim (Maria Bethânia) / Folha Morta (Jamelão) / Homenagem / Loucura / Meu Barraco / Meu Pecado / Nervos De Aço (Jamelão) / Quando eu for bem velhinho / Que Baixo / Ronda / Se É Verdade / Sombras / Triste História /Tola / Vingança / Volta (Elis Regina)

B. B. KING: IMAGEM & SOM


Acesse os links abaixo e assista aos vídeos de alguns sucessos de B. B. King:

MISTY (ERROLL GARNER)


Acesse o link abaixo e aprecie uma maravilhosa versão de "Misty", interpretada pelo seu compositor, o pianista Erroll Garner (15/07/1921 – 02/01/1977).
Conhecido pela forma peculiar de tocar swing e baladas, Erroll Garner, foi aclamado pelo público e respeitado pela crítica, tornando-se um "standard jazz":
.

domingo, 27 de junho de 2010

O MELHOR DE CELINE DION


Celine Dion nasceu em Charlemagne, Canadá, no dia 30/03/1968. Tornou-se um enorme sucesso em sua cidade natal ainda criança aos onze anos de idade. Seu empresário (e futuro marido), René Angelil, hipotecou a sua única casa para poder financiar seu primeiro álbum (La Voix Du Bon Dieu de 1981). Teve seu talenhto reconhecido na Ásia e na Europa após ganhar os concursos Festival Yamaha de 1982 e Festival Eurovisão da Canção 1988. Influenciada por vários gêneros músicais, Celine é admirada pelas suas habilidades vocais, possuindo 3.1 oitavas de tessitura e sendo capaz de alcançar nos agudos notas na 5ª oitava em performances ao vivo. Celine lançou vários álbuns notáveis, com vendagens jamais vistas, tornando-se uma das cantora que mais vendeu discos de toda história da música mundial. Clique nos títulos das músicas e ouça alguns dos sucesso desse fenômeno musical que é Celine Dion:
All by myself / A new day has come / A whole new world / All the way / All te way (com Frank Sinatra) / Amar haciendo el amor / Amazing grace / Ave Maria / Avec toi / Beauty and the beast / Because you loved me / Declaration Of Love / Du soleil au coeur / Eyes on me / God bless America / Have You Ever Been In Love / I love you / If You asked me to / I love you / I'm alive / Im your Angel / Imagine / Immortality / Immortality (com Bee Gees) / Its all coming back to me now / Jattendais / La vie en rose / La voix de bon dieu / Let this be your prayer / Love can move mountains / Miracle / My heart will go on / Only one road / Power of love / Seduces-me / Sola Otra Vez (All By Myself) / Somewhere over the rainbow / Sous le vent / Tell Him / Tell Him (com Barbra Streisand) / That's the way it is / The power of love / The prayer / The Prayer (com Andrea Bocelli) / Think Twice / To love you more / You Make Me Feel Like A Natural Woman / When I fall in love / When I Fall In Love (com Clive Griffin) / When I need you / Without you

ROUPA NOVA: IMAGEM & SOM


Acesse os links abaixo e assista aos vídeos de alguns dos principais sucessos do Roupa Nova:
.

SÉCULO XXI: OS NOVOS VALORES DA HUMANIDADE

Quino, o autor da “Mafalda”, desiludido com os rumos deste século, no que diz respeito a valores e educação, deixou impresso nos cartoons o seu sentimento em relação aos novos valores que hoje em dia estão sendo repassados aos jovens:
.
.
.
.
.
. ..

sábado, 26 de junho de 2010

O MELHOR DE RENATO E SEUS BLUE CAPS


Renato e Seus Blue Caps foi uma banda formada no Rio de Janeiro, no fial da década de 50, pelos irmãos Renato, Edson e Paulo César, que se notabilizou por fazer versões para muitas da músicas consagradas pelos Beatles. Gravaram o primeiro compacto em 1962, e logo em seguida tornaram-se um sucesso, com contínuas apresentações no programa “Jovem Guarda”, além de uma concorrida agenda de shows, festas e bailes. É a banda brasileira que há mais tempo está na ativa da carreira profissional, ultrapassando os 50 anos de atividade initerrupta. Clique nos títulos das músicas e acompanhe alguns sucessos que criarama lenda em torno de Renato e Seus Blue Caps:
A Primeira Lágrima / Amar Você (Segredo Do Meu Coração) / Até O Fim (You Won't See Me) / Capeta / Coitadinha de Você / Com Muito Amor E Carinho / Como num Sonho / Darling, Darling / Dona do meu Coração / Eu preciso tanto de Você / Feche Os Olhos (All My Loving) / Me esqueça / Memórias / Menina Linda (I should have known better) / Meu Bem não me quer / Meu Primeiro Amor (You're Going To Lose That Girl) / Não aceito o teu Adeus / Não consigo parar de chorar / Não Me Diga Adeus / Não Te Esquecerei (California Dreamin') / Não vá embora sem me dizer / O Escândalo (Shame And Scandal In The Family) / Obrigado pela Atenção / Perdi a esperança / Playboy / Primeira Lágrima / Se Você Pensa / Sempre_a_te_esperar / Será Mentira ou será Verdade / Se você pensa / Se Você soubesse / Sou tão Feliz / Te Adoro (No Fuimos) / Tire os Grilos da Cabeça / Tudo O Que Eu Sonhei (If I Fell) / Trezentos e Sessenta e Cinco Dias / Vivo Só (For Your Love) / Você não merecia / Você não soube amar / Vou subir bem mais alto que você

MICHAEL JACKSON: IMAGEM & SOM


Acesse os links abaixo e assista aos vídeos de alguns dos principais sucessos de Michael Jackson:
.

sexta-feira, 25 de junho de 2010

O MELHOR DE ROBERTO LEAL


Roberto Leal nasceu no Vale da Porca, na freguesia de Macedo de Cavaleiros, Portugal, no dia 27/11/1951. Em 1962, então com onze anos de idade, emigrou com os pais para o Brasil, fixando residência em São Paulo. Ainda muito jovem, além de trabalhar como sapateiro e vendedor de doces, para ajudar na renda familiar, deu início a sua carreira de cantor de fados e músicas românticas. Na década de 70, apresentando-se como "embaixador" da cultura portuguesa no Brasil, Roberto leal começou a fazer sucesso, notadamente após popularizar a música "Arrebita", com a qual vendeu milhares de discos e passou a ser convidado para apresentações em diversos programas de televisão, tornando-se um dos portugueses mais conhecido pelos brasileiros. Posteriormente, aproveitando-se do conhecimento adquirido no Brasil, Roberto Leal começou a fazer incursões na interpretação de músicas brasileiras, investindo na possibilidade de aprofundar ainda mais os vínculos existentes entre os dois povos irmãos. Após o sucesso no Brasil, obtido graças ao talento, simpatia, carisma e educação refinada, Roberto consolidou sua carreira também em terras lusitanas, conseguindo fazer o caminho inverso ao que foi feito por seus pais, que haviam sido forçados a abandonar a "terrinha", premidos por uma situação de quase miséria, em busca de oportunidades no Brasil, para voltar às origens com todas as honras e pompas de um vencedor. Clique nos títulos das músicas e relembre algumas das interpretações que marcaram a carreira de Roberto Leal:
Á distância / Ai verdinho! Meu verdinho! / Amada amante / Arrebita / As pernas da Carolina / Bate O Pé / Brasil / Carimbó Português / Cavalgada / Chora Carolina (Com Martinho da Vila) / Cigana / Cigana Dá Cá Um Beijo / Como é linda minha Aldeia / Cozido a Portuguesa / Custe o que custar / Dá cá um Beijo / Dança do Tiro Liro / Enrola na areia / Férias Em Portugal / Foi Deus / Imigrante / Lisboa Antiga / Marinheiro só / Menina faceira / Mexe mexe / Moreninha Linda / Mulher chorona / Mulher de amigo meu / Na Casa da Mariquinhas / Português Brasileiro / O baile dos passarinhos / Ó Clarinha / Onde estão teus olhos negros / Que bela a vida / Raça Humana Não Tem Cor (com Carlinhos Brown) / Senhora Da Serra / Tic Tic Tac / Todo menino é um rei / Um Grande Amor / Vem pra roda / Verde Vinho / Vira Virou / Viva Portugal

JÓIAS DA MÚSICA UNIVERSAL (VÍDEOS SELECIONADOS)

Clique nos links abaixo e assista vídeos contento algumas jóias da música universal:

John Lennon - "Imagine"
Johnny Alf - "Rapaz de bem"
João Donato - "Minha saudade"
Durval Ferreira e Leny Andrade "Batida Diferente"
Pery Ribeiro - "Garota de Ipanema" - 2005
Lara Fabian - "Caruso"
Lara Fabian - "Je t'aime"
Three Tenors singing "La donna e mobile"
Three Tenors singing "O sole mio"
Paco de Lucia - "Concierto de Aranjuez"
Artur Rubinstein - "Polonaise" - Chopin
Ray Conniff And His Orchestra - "Aquarela do Brasil"
Dinah Washington - "All of me" (Newport Jazz Festival 1958)
Dean Martin and Gene Kelly - "Bye Bye Blue"
Anne-Sophie Mutter/Hebert von Karajan - "Spring" - Vivaldi
Erroll Garner - "On the street where you live"
Erroll Garner - "Lover"
Erroll Garner - "Just One Of those Things"
Erroll Garner - "For once in my life" (Rome - 1972)
Benkó Dixieland Band - "Yours Is My Heart Alone"
Benkó Dixieland Band & Micheller Myrtill - "Misty"
Rita Hayworth as "Gilda"
Lara Fabian - "Adagio"
Guðný Guðmundsdóttir - "Meditation" from Thais - Massenet
David Oistrakh - "Clair de Lune" - Debussy
Claudio Arrau "Beethoven Piano Concerto no. 5"
Lara Fabian & March Labreche - "Cheek To Cheek"
Fred Astaire & Ginger Rogers dancing "Night and Day"
Fred Astaire e Eleonor Powel - "Beguin the beguine"
Fred Astaire e Leslie Caron - "Something's Gotta Give"
Georges Brassens - "Les copains d'abord"
Nico Fidenco "Legata a un granello di sabbia"
The Beatles - "Yesterday" (Tokio - 1966)
The Beatles - "In my life"
Dalida & Alain Delon - "Paroles, paroles"
Bing Crosby, Fred Astaire, and Virginia Dale
Mireille Mathieu - "La vie en rose"
Edith Piaf - "La Vie En Rose" - 1954
Haydn Cello Concerto Rostropovich 1981
Dinah Shore e Maurice Chevalier - 1958
Dooley Wilson (Sam) - "As time goes by", de Casablanca
Dooley Wilson (Sam) - "It Had To Be You & Knock on Wood"
Orquestra Filarmônica de Berlim - "Bolero" - Ravel
Carreras, Domingo, Pavarotti - "Granada"
Gino Paoli - "Sapore di sale"
Charles Aznavour - "Paris au mois d'août"
Peppino di Capri - "Roberta"
Peppino Di Capri - "Champagne"
Frank Sinatra - "I've got you under my skin"
Diana Krall - "Just the way you are"
Edith Piaf - "Hymne à l´Amour"
Charles Aznavour - "Sa jeunesse" e "Hier encore"

quinta-feira, 24 de junho de 2010

O MELHOR DE DOMINGUINHOS


Dominguinhos nasceu em Garanhuns, Pernambuco, no dia 12/02/1941. Exímio sanfoneiro, embora nunca tenha estudado música formalmente, Dominguinhos, além de seguir os passos do seu mestre, Luiz Gonzaga, o grande nome da música nordestina, agregou à sua formação fortes influência de outras fontes musicais, a exemplo da bossa nova, choro, jazz etc. Com um talento singular, uma humildade digna dos gênios e uma simpatia contagiante, Dominguinhos tem visto sua carreira ser acolhida, com igual simpatia, pelo público e pela crítica. Clique nos títulos das músicas e desfrute do talento de Dominguinhos:

APOLOGIA AO JUMENTO (LUIZ GONZAGA)


Entre no link http://www.youtube.com/watch?v=ekU9Yw5FaOc&feature=related e relembre o imortal Luiz Gonzaga, em uma de suas mais "deliciosas" performances, declamando o texto intitulado "Apologia ao Jumento".

quarta-feira, 23 de junho de 2010

O MELHOR DE LUIZ GONZAGA


Luiz Gonzaga nasceu em Exu, sertão de Pernambuco, no dia 13/12/1912. Antes dos dezoito anos, apaixonado por uma moça da região e, repelido pelo pai dela, Gonzaga ameaçou-o de morte. Ao saber da "valentia" do filho, Januário lhe deu uma surra. Revoltado, Luiz Gonzaga fugiu de casa e ingressou no exército na cidade do Crato, Ceará. A partir dali, durante nove anos, ele viajou por vários estados brasileiros, como soldado. Em Juiz de Fora - MG, conheceu Domingos Ambrósio, também soldado e conhecido na região pela sua habilidade como acordeonista, de quem recebeu importantes lições de música. Em 1939, deu baixa do Exército no Rio de Janeiro, decidido a viver da música. Começou por tocar na zona do meretrício da antiga capital, vestindo paletó e gravata e fazendo solos no acordeon de choros, sambas, fox e outros gêneros de sucesso na época. Tentou, sem êxito, diversas apresentações em programas de calouros, até que, em 1941, no programa de Ary Barroso, resolveu executar "Vira e Mexe", um tema regional, de sua autoria, sendo muito aplaudido pela platéia e ganhando um contrato com uma gravadora, ainda como instrumentista. Posteriormente, contratado para tocar na Rádio nacional, conheceu o acordeonista gaúcho Pedro Raimundo, que usava trajes típicos da sua região, e resolveu se apresentar vestido com os trajes típicos de um vaqueiro nordestino, criando o “personagem” com o qual se consagrou. Em 1945, conseguiu finalmente gravar sua primeira música como cantor, dando início a carreira que o transformou em um dos maiores artistas do Brasil, merecidamente aclamado como o “Rei do Baião”. Clique nos títitulos das músicas e relembre alguns eternos sucessos de Luiz Gonzaga:
A feira de Caruaru / A morte do Vaqueiro / A triste partida / A vida do viajante / A volta da asa branca / ABC do Sertão / Adeus Rio / Amanhã eu vou / Apologia ao Jumento / Asa Branca / Assum Preto / Baião / Baião De Dois / Boiadeiro / Capim novo / Carolina / Chero da Carolina/Cintura fina / Cigarro de paia/Boiadeiro (com Fagner) / Cintura Fina / Corrida de mourão / Danado de bom / Dança Mariquinha / Derramaro o gais / Dezessete e Setecentos / É de dar água na boca / Estrada de Canindé / Forró de cabo a rabo / Forró do Mané Vito / Forró No Escuro / Forró número um / Hora do adeus / Juazeiro / Luar do Sertão / Mandacaru / Meu Araripe / Moda da Mula Preta / Nem se despediu de mim / No Ceará Não Tem Disso Não / No meu pé de serra / Noites Brasileiras / Numa sala de reboco / O Xote das meninas / Obrigado João Paulo / Olha a pisada / Olha pro céu / Ovo de Codorna / Pagode Russo / Paraíba / Pau de arara / Pense n'eu / Piriri / Pisa Na Fulô / Que lorota boa / Quero Chá / Qui nem giló / Respeita Januário / Riacho do Navio / Sabiá / São João da Roça / São João do Carneirinho / Sanfona do Povo / Sanfoneiro Macho / Sanfoninha choradeira / Sangue De Nordestino (com Fagner) / Seu Delegado / Siri jogando bola / Só Xote / Suplica Cearense / Súplica Cearense com Fagner) / Sucesso de Jefinha / Tu que me engabela / Várias / Vem Morena / Vem morena (com Fagner) / Vira e mexe / Vozes da Seca / Xamego / Xanduzinha

NOVA SELEÇÃO DE MÚSICAS JUNINAS*


Para marcar a véspera do dia de São João, providenciamos uma nova seleção de músicas tradicionalmente usadas nos festejos populares difundidos por todo o Brasil, durante o mês de Junho, em homenagem a Santo Antonio, São João e São Pedro. Clique nos títulos das músicas e tenha o melhor som das festas juninas:
.
* Através do link http://ex-vermelho1.blogspot.com/search?q=juninas poderá ser acessado o primeiro arquivo contendo uma seleção de músicas juninas, postado no dia 02/06/2010.

terça-feira, 22 de junho de 2010

O MELHOR DE GENIVAL LACERDA


Genival Lacerda nasceu em Campina Grande, Paraíba, no dia 05/04/1931. Começou sua carreira atuando apenas na região Nordeste, porém graças ao sucesso que passou a fazer com suas músicas de duplo sentido, alcançou popularidade em todo o Brasil. Já gravou mais de 70 discos e continua tendo mercado para seus shows, sendo um dos poucos forrozeiros que ainda conseguem resistir aos modismos que continuamente têm descaracterizado o forró nordestino. Clique nos títulos das músicas e divirta-se ao som de Genival Lacerda:

O QUE FAZER NO AVIÃO, QUANDO O PASSAGEIRO AO LADO É UM CHATO?


Passo a passo, confira a melhor estratégia para ficar livre daqueles passageiros inconvenientes que sentarem ao seu lado, durante as viagens aéreas:

1. Tire o laptop da mala;

2. Abra o laptop bem devagar;

3. Ligue;

4. Assegure-se que o vizinho está olhando;

5. Acesse a Internet;

6. Feche os olhos por breves momentos, como se estivesse rezando em silêncio, abra-os lentamente e olhe para o alto;

7. Finalmente, após um suspiro profundo, acesse o link http://www.myit-media.de/the_end.html.

segunda-feira, 21 de junho de 2010

O MELHOR DE HERB ALPERT & THE TIJUANA BRASS


Herb Alpert nasceu em Los Angeles, California, EUA, no dia 31/03/1935. Trompetista talentoso e empreendedor audacioso, Herb Alpert, além do sucesso obtido com o grupo musical que comandava, conhecido como "Herb Alpert & Tijuana Brass", tornou-se famoso também por ser um grande executivo da indústria fonográfica (ele é o "A" da empresa A&M Records - uma gtavadora fundada por ele e seu parceiro de negócios, Jerry Moss). Seus arranjos para as gravações de Chris Montez, influenciaram toda uma geração de músicos, mesmo fora dos Estados Unidos, a exemplo de Wilson Simonal e outros artistas brasileiros protagonistas de um movimento musical brasileiro da década de 60, que ficou conhecido como “Pilantragem”. Muitos foram os sucessos alcançados por "Herb Alpert & Tijuana Brass", incluem-se cinco sucessos "número um", vinte e oito álbuns no Bilboard charts, oito Grammy Awards, quatorze álnuns de platina e quinze álbuns de ouro, que possibilitaram ao grupo vender milhões de discos em todo o mundo. Clique nos títulos das músicas e vibre com o ritmo de "Herb Alpert & Tijuana Brass":

FRASES REVELAM ESSÊNCIA DE JOSÉ SARAMAGO


"Cada dia traz sua alegria e sua pena, e também sua lição proveitosa."

"De que adianta falar de motivos, às vezes basta um só, às vezes nem juntando todos."

"Dentro de nós há uma coisa que não tem nome, essa coisa é o que somos."

"Dirão, em som, as coisas que, calados,no silêncio dos olhos confessamos?"

"É preciso variar, se não tivermos cuidado a vida torna-se rapidamente previsível, monótona, uma seca."

"Fisicamente, habitamos um espaço, mas, sentimentalmente, somos habitados por uma memória."

"Gostar é provavelmente a melhor maneira de ter, ter deve ser a pior maneira de gostar."
"Há coisas que nunca se poderão explicar por palavras."

"Há ocasiões que é mil vezes preferível fazer de menos que fazer de mais, entrega-se o assuntto ao governamento da sensibilidade, ela, melhor que a inteligência racional, saberá proceder segundo o que mais convenha à perfeição dos instantes seguintes."

"Há situações na vida em que já tanto nos dá perder por dez como perder por cem, o que queremos é conhecer rapidamente a última soma do desastre, para depois, se tal for possível não voltarmos a pensar mais no assunto."

"Mesmo que a rota da minha vida me conduza a uma estrela, nem por isso fui dispensado de percorrer os caminhos do mundo."

"Não sou um ateu total, todos os dias tento encontrar um sinal de Deus, mas infelizmente não o encontro."

"Não tenhamos pressa, mas não percamos tempo."

"Os lugares-comuns, as frases feitas, os bordões, os narizes-de-cera, as sentenças de almanaque, os rifões e provébios, tudo pode aparecer como novidade, a questão está só em saber manejar adequadamente as palavras que estejam antes e depois."

"O espelho e os sonhos são coisas semelhantes, é como a imagem do homem diante de si próprio."

"O que as vitórias têm de mau é que não são definitivas. O que as derrotas têm de bom é que também não são definitivas."

"O talento ou acaso não escolhem, para manisfestar-se, nem dias nem lugares."

"Para temperamentos nostálgicos, em geral quebradiços, pouco flexíveis, viver sozinho é um duríssimo castigo."

"Quem acredita levianamente tem um coração leviano."

"Se podes olhar, vê. Se podes ver, repara."

"Se tens um coração de ferro, bom proveito. O meu, fizeram-no de carne, e sangra todo dia."

"Sempre chega a hora em que descobrimos que sabíamos muito mais do que antes julgávamos."

"Todos sabemos que cada dia que nasce é o primeiro para uns e será o último para outros e que, para a maioria, é so um dia mais."
.
* José Saramago nasceu no distrito de Santarém, na extinta província do Ribatejo, em Portugal, no dia 16/11/1922. Consagrou-se como escritor, argumentista, jornalista,dramaturgo, contista, romancista e poeta, foi o único autor de língua portuguesa agraciado com o Prêmio Nobel de Literatura. Conhecido pelo seu ateísmo e iberísmo, Saramago faleceu no dia 18/06/2010, em Lanzarote, Ilhas Canárias, Espanha.

O RELÓGIO DO MUNDO


O MUNDO ONLINE

Entre no site abaixo e veja o que está acontecendo no mundo, em tempo real:

http://www.poodwaddle.com/worldclock.swf

domingo, 20 de junho de 2010

O MELHOR DE DALVA DE OLIVEIRA


Dalva de Oliveira nasceu em Rio Claro, SP, no dia 05/05/1917. Começou sua carreira em 1935 quando conheceu a dupla “Preto e Branco”, formada por Herivelto Martins e Francisco Sena, que estava se apresentando em Rio Claro, e foi convidada para integrar o grupo, que passou a ser conhecido como Trio de Ouro, e continuou com suas diversas apresentações por circos e teatros mambembes do interior do Brasil. Entretando, principalmente graças ao talento vocal de Dalva, o Trio de Ouro começou a ganhar prestígio, o que possibilitou que em 1937 gravasse seu primeiro disco, e fossem convidados para fazer apresentações em rádios, com o que conseguiram condições de cantar em algumas capitais brasileiras, e até mesmo de excursionar por países da América do Sul. Foi exatamente durante uma dessas excurções pela América Latina, que o Trio de Ouro chegou ao fim, quando Dalva e Herivelto, que mantinham um conturbado casamento desde 1939, tiveram um grave desentendimento, que precipitou a decisão de Dalva de abandonar o “Trio de Ouro”, enquando se presentavam na Venezuela, e voltar para o Brasil, com o propósito de início a carreira solo. Daí em diante, paralelo ao crescimento profissional de Dalva, foi dado início a um dos mais conhecidos desentendimentos conjugais do Brasil, pois as demandas de Dalva e Herivelto, principalmente em torno da guarda dos filhos, não só ganhou as páginas dos jornais e revistas, como virou mote para muitos grandes sucessos da música popular brasileira, alguns cantados até hoje. Tentando continuar com sua carreira, em 1952, Dalva resolveu seguir para longa temporada em Buenos Aires, onde conheceu Tito Climent, um cantor argentino, que acabou sendo seu segundo marido. Permaneceu na Argentina até 1963 quando, após uma nova separação, voltou ao Brasil, onde, em pouco tempo, recuperou seu prestígio, e voltou a fazer sucesso. Clique nos títulos das músicas e recorde algumas pérolas da MPB, perpetuadas na voz de Dalva de Oliveira:
A Bahia te espera / A Barca / A grande verdade / A Noite Do Meu Bem / Ai de quem / Ai Yoyo / Aquece-me esta Noite / Ave Maria (com Pery Ribeiro) / Ave Maria no morro / Aves Daninhas / Bandeira branca / Calunia / Cisne Branco / Comédia / Devolvi (com Nelson Gonçalves) / Errei sim / Estão voltando as flores / Estrela do mar / Eu tenho um pecado novo / Fim de comédia / Foge de mim / Folha Morta / Fracassamos / Franqueza / Há um Deus / Hino ao amor / História de um Amor / Kalu / Lembra / Lembrança / Lencinho branco / Marcha da quarta feira de cinzas / Maria Escandalosa / Máscara Negra / Mentira de amor / Minha Oração / Nem Deu, Nem Ninguém / Neste mesmo lugar / Nostalgia / O! Meu imenso amor / O Rouxinol / Olhos verdes / Onde estas coração / Palhaço / Praça onze / Prece de amor / Que será / Rio de Janeiro / Sabor a mim / Saia do caminho / Segredo / Sem Ti / Sete notas de amor / Sonho azul / Tangos / Tem mais samba / Tu me Acostumaste / Tudo acabado / Tudo é ilusão / Tudo foi surpresa / Volta pra mim

INFORMAÇÕES SOBRE MEDICAMENTOS


Acesse o link abaixo, digite o nome do medicamento sobre o qual deseja informações, e será aberta uma página contendo a relação dos genéricos e similares, com detalhes sobre fabricantes, apresentações, substâncias ativas e, inclusive, os presos praticados nos diversos estados do Brasil:

UNA LACRIMA SUL VISO (BOBBY SOLO)

Abra o link abaixo e assista um clipe da música "Una Lacrima Sul Viso", composta por Giulio Rapetti e Iller Pattacini, na consagrada interpretação de Bobby Solo:



UNA LACRIMA SUL VISO

Da una lacrima sul viso
Ho capito molte cose
Dopo tanti, tanti mesi ora so
Cosa sono per te

Uno sguardo ed un sorriso
M'han svelato il tuo segreto
Che sei stata innamorata di me
Ed ancora lo sei

Non ho mai capito
Non sapevo che
Che tu, che tu
Tu mi amavi ma
Come me
Non trovavi mai
Il coraggio di dirlo, ma poi...

Quella lacrima sul viso
É un miracolo d'amore
Che si avvera in questo istante per me
E non amo che te

Non ho mai capito
Non sapevo che
Che tu, che tu
Tu mi amavi ma
Come me
Non trovavi mai
Il coraggio di dirlo, ma poi...

Quella lacrima sul viso
È un miracolo d'amore
Che si avvera in questo istante per me
E non amo che te che te che te...

UMA LÁGRIMA EM SEU ROSTO (tradução livre)

De uma lágrima no rosto
entendi muitas coisas,
depois de tantos e tantos meses agora sei
o que sou para você.

Um olhar e um sorriso
me revelaram o seu segredo,
que foi apaixonada por mim
e ainda o é.

Nunca entendi
não sabia que,
que você, que você
você me amava mas,
como eu,
não encontrava nunca
a coragem de dizê-lo,
mas depois...

Aquela lágrima no rosto
é um milagre de amor
que se realiza neste instante para mim
que não amo senão você.

Nunca entendi
não sabia que,
que você, que você
você me amava mas,
como eu,
não encontrava nunca
a coragem de dizê-lo,
mas depois...

Aquela lágrima no rosto
é um milagre de amor
que se realiza neste instante para mim
que não amo senão você.

Senão você, senão você
senão você, senão você.


* No ano de 1964, a canção "Una Lacrima Sul Viso" era a mais provável vencedora do Festival de Sanremo (oficialmente chamado de Festival della Canzone Italiana), porém, em razão de um problema vocal, seu interprete, Bobby Solo, teve de utilizar o recurso do play-back durante a sua apresentação, o que acabou fazendo com que a música fosse desclassificada, pois o recurso era vetado pelo regulamento. Entretanto, apesar da frustração geral, o episódio não impediu que a música acabasse sendo consagrada com um enorme sucesso internacional.